Vitor Silva/Divulgação
Vitor Silva/Divulgação

Oswaldo afirma que tristeza por derrota causou arritmia

Botafogo volta a vice-liderança do Campeonato Brasileiro após triunfo sobre o Flamengo

Agência Estado

14 de outubro de 2013 | 10h21

RIO - Uma semana depois de sofrer uma arritmia cardíaca no Grêmio e precisar ficar internado em um hospital do Rio, Oswaldo de Oliveira teve uma volta triunfal ao comando do Botafogo. Neste domingo, o time alvinegro venceu o Flamengo de virada, por 2 a 1 e pulou para o segundo lugar do Campeonato Brasileiro. Motivo de dupla alegria para o treinador, que admitiu que o baque pela derrota para o Grêmio, por 1 a 0, no fim de semana anterior, foi o que causou seu problema médico.

"Eu estava muito otimista que nós iríamos, naquele dia, dar a volta por cima. Aquilo (a derrota) me decepcionou muito. Por isso aconteceu o que aconteceu. É muita paixão pelo que eu faço. Se eu não tivesse o coração forte que eu tenho, de uma pessoa que faz atividade física com frequência a vida inteira, naquele dia teria acontecido algo muito pior", revelou Oswaldo de Oliveira.

Mas a tristeza é passado. Enquanto ele estava de licença médica, quarta-feira, o Botafogo ganhou do Náutico. Como também bateu o Flamengo e o Grêmio tropeçou, o time alvinegro pulou para o segundo lugar, com 49 pontos, agora a 10 de distância do líder Cruzeiro, que vem de duas derrotas. Oswaldo sabia que uma hora o time iria voltar a apresentar bom futebol.

"A gente falou aqui quando perdemos os jogos seguidos, o time cometeu falhas, claro, mas se impôs, impôs seu estilo, sua forma de jogar. Jogando a forma que o nosso time joga um dia a gente ia voltar a vencer. Esse encadeamento das coisas recoloca o Botafogo na posição que tem tido na temporada desde o início. Alguns adversários nos venceram. Provavelmente vamos experimentar ainda algumas derrotas, mas vai ser sempre assim, com alguma dificuldade, tendo que se desdobrar para conter a nossa equipe", garante o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.