Oswaldo ainda quer mais reforços

Mesmo com a contratação de Ameli, Jorginho Paulista, Luís Fabiano e Leandro, e a prorrogação do empréstimo de Reinaldo, o técnico Oswaldo de Oliveira, do São Paulo, acha que o time precisa de mais jogadores. "Estamos com uma média de idade muito baixa, cerca de 22, 23 anos, precisamos de alguém mais experiente", pede o treinador, que quer mais um meia (Zinho e Robert estão entre os nomes sondados) e um zagueiro (Régis). Ainda sem a equipe ideal, Oliveira resolveu abusar do improviso. Nesta quinta-feira, em coletivo realizado à tarde no CT da Barra Funda, escalou um time com três zagueiros: Ameli, Jean e Gustavo Nery, este, lateral-esquerdo de origem. "É uma alternativa que posso usar nas partidas, mas nada definitivo", afirmou. Quem está feliz com a chegada dos reforços é o goleiro Rogério Ceni. Um dos líderes do elenco, ele acredita que o time vai longe no próximo campeonato. "Acho que vamos chegar na final do Campeonato Brasileiro, e, se Deus quiser, seremos campeões. Com a chegada dos novos jogadores, o time ganhou força no ataque. O Oswaldo tem bastante opções." O atacante Leandro, que foi apresentado quarta-feira, deve ficar bem mais tempo que o previsto no Morumbi. Ele veio por empréstimo de 11 meses, pertencia à Fiorentina, da Itália, clube que nesta quinta-feira teve sua falência decretada. Com isso, apoiado na lei, o atleta passa a ser dono do próprio passe. "Fiquei muito triste com a notícia da falência da Fiorentina, mas agora vou ter condições de fazer um contrato mais longo com o São Paulo. Quero ficar aqui por quatro ou cinco anos." Sábado, às 9h, no CT, o São Paulo faz um jogo-treino contra o Juventus.

Agencia Estado,

01 Agosto 2002 | 20h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.