Oswaldo aposta em vaga na Copa Libertadores mesmo após Corinthians sair do G6

'Vamos tentar diminuir as alternâncias de posição e buscar a classificação'

Estadão Conteúdo

30 Outubro 2016 | 10h00

Faltando cinco jogos para o fim do Campeonato Brasileiro, o Corinthians deixou o G6 após o empate por 1 a 1 contra a Chapecoense, em São Paulo. Mas para o técnico Oswaldo de Oliveira, muita coisa vai acontecer na reta final da competição. Ele confia que a sua equipe tem chance de ficar com uma das vagas na Copa Libertadores de 2017.

"Essa alternância de posições vai acontecer nas próximas rodadas pela proximidade dos times na tabela. Mas é lógico que hoje (sábado) tínhamos boa oportunidade de ficar no G6. Empatamos como o Fluminense também empatou. Vamos tentar diminuir as alternâncias e buscar a vaga", afirmou o treinador corintiano.

A rodada deixou o Corinthians com 50 pontos, em sétimo lugar no campeonato, um ponto atrás do Atlético Paranaense, o sexto colocado. O Grêmio, em 8.º com 49 pontos, e o Fluminense, em 9.º com 48, também disputam a última vaga para a Libertadores.

Apesar do otimismo em relação à vaga, o treinador criticou a atuação do Corinthians no empate contra a Chapecoense. Ele citou o rendimento do time no primeiro tempo. Segundo Oswaldo de Oliveira, seu time "relaxou" após dois jogos tensos contra Cruzeiro e Flamengo.

"Não fizemos um bom jogo, especialmente o primeiro tempo, fraco tecnicamente, muito aquém do que esperávamos que acontecesse", disse Oswaldo de Oliveira. "Nossa equipe deu uma relaxada e não conseguiu readquirir o ritmo que vinha tendo naquelas partidas. Isso comprometeu bastante o rendimento que esperávamos".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.