Gleb Garanich/Reuters
Gleb Garanich/Reuters

Oswaldo aprova volta de Cleiton Xavier: 'Agradável surpresa'

Técnico do Palmeiras destaca a qualidade do novo reforço, que opta por ir para o clube apesar de sondagens de Cruzeiro e Flamengo

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

06 de fevereiro de 2015 | 11h45

A contratação do meia Cleiton Xavier pelo Palmeiras não pegou apenas a torcida de surpresa. O técnico Oswaldo de Oliveira admite que também não sabia da chegada do jogador e comemora o acerto com um dos reforços mais comemorado pelos palmeirenses neste início de temporada.

"O Cleiton para mim é uma agradável surpresa. Há poucos dias me perguntaram se tinha fechado com o Arouca como a última contratação e eu disse que tudo era uma questão de mercado e que às vezes acontecem algumas mudanças. Estamos no início de trabalho e quanto mais nós enriquecermos nosso elenco, melhor, principalmente com a qualidade de um atleta como o Cleiton Xavier", disse o treinador.

Além do Palmeiras, o jogador também era cobiçado por Cruzeiro e Flamengo, mas nenhum dos clubes fez uma proposta que agradassem aos empresários do atleta. Com o discurso de que ele voltaria ao clube onde é ídolo, o diretor executivo do time alviverde, Alexandre Mattos, conseguiu convencê-los e o acordo foi fechado no início da noite desta quinta-feira, pouco antes da partida contra a Ponte Preta.

O meia passa por exames médicos nesta sexta-feira e deve assinar contrato de três ou quatro anos. Caso tudo corra dentro do esperado pela diretoria, ele pode ser apresentado antes do clássico com o Corinthians, marcado para domingo, às 17 horas, no Allianz Parque. 

Com sua chegada, o Palmeiras completa 19 reforços contratados para esta temporada e o técnico Oswaldo de Oliveira terá até o dia 10 para enviar o restante da lista dos inscritos no Campeonato Paulista. Até o momento, o clube registrou 21 atletas, restando sete vagas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasCleiton Xavier

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.