Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Oswaldo comemora recuperação de zagueiro no Palmeiras

Técnico admite a necessidade de levantar a moral de Vitor Hugo após falha em clássico com o Corinthians, no domingo passado

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

15 de fevereiro de 2015 | 07h05

O zagueiro Vitor Hugo poderia ter se tornado vilão para a torcida do Palmeiras após a falha no clássico com o Corinthians, domingo passado. Mas o defensor conseguiu uma rápida recuperação e o erro que causou a derrota para o rival por 1 a 0 já parece ser coisa do passado para a maioria dos torcedores. Quem, além do próprio jogador, mais comemora a volta por cima imediata, é o técnico Oswaldo de Oliveira.

"É minha responsabilidade e tenho que fazer isso mesmo (ajudar a se recuperar). Estou acostumado com isso. Se você olhar nesse time, tem dois jogadores que passaram por momentos difíceis. O Lucas e o Rafael e conseguimos reverter juntos, porque depende muito do jogador. Em outras ocasiões, já aconteceu do jogador não conseguir reverter a situação. Procuro ajudar com argumentos, pois essas são as armas que eu tenho", disse o treinador.

O resultado mantém a serenidade e a calmaria pelos lados do Palmeiras. O time terá a semana livre para treinamentos e o técnico Oswaldo de Oliveira acredita que as coisas estão entrando nos eixos pouco a pouco.  

"Tranquilidade não vai me faltar nunca. Estou acostumado com isso. A perspectiva é otimista e vitoriosa. Independente do que aconteceu antes, a nossa projeção é que a equipe cresça bastante", projetou o treinador palmeirense.

Oswaldo resolveu dar uma folga para os jogadores curtirem o carnaval e o elenco ganhou folga neste domingo e segunda-feira. A reapresentação está marcada para terça-feira à tarde, na Academia de Futebol. A equipe volta a campo no domingo que vem, para enfrentar o Penapolense, em Penápolis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.