Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Oswaldo confirma Arouca: 'Ele precisa jogar no Palmeiras'

Técnico destaca boa condição física do atleta para o jogo de sábado

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

27 de fevereiro de 2015 | 17h25

O técnico Oswaldo de Oliveira confirmou o que muita gente já esperava e Arouca vai estrear pelo Palmeiras neste sábado, contra o Capivariano, às 18h30, no Allianz Parque. Segundo o treinador, o volante já está em condições de atuar na maior parte da partida inteira e precisa de ritmo de jogo para conseguir ajudar como o esperado a equipe.

"O Arouca precisa começar a jogar, porque ele já passou por todos os processos de recuperação. Acho que o passo a ser dado é jogar. Nessa situação, ele vai sentir, mas é uma coisa que temos que por em prática até para ver onde vai o limite dele", explicou o comandante palmeirense, que aposta no vigor físico do atleta para projetar que ele vá atuar na maior parte do tempo neste sábado. "Acredito que ele possa jogar os 90 minutos", disse Oswaldo.

Do ponto de vista tático, a entrada de Arouca pouco mexe com o time do Palmeiras. Alan Patrick vai para o banco de reservas, Robinho será avançado para o meio de campo e o volante entra para atuar ao lado de Gabriel, intercalando a posição de primeiro e segundo volante. "Do ponto de vista de distribuição, não muda nada. Só as características dos jogadores. O Alan é habilidade e tem um estilo diferente. O Robinho já fez essa função contra Audax e foi muito bem. Isso é uma coisa flexível e maleável", analisou o treinador.

A previsão inicial era que Arouca estreasse contra o Penapolense, domingo passado, entretanto, Oswaldo entendeu que ele ainda não tinha condições de jogo. Nesta semana, o treinador fez pelo menos três atividades táticas onde testou o volante entre os titulares e definiu a escalação do time, que será Fernando Prass; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel, Arouca, Robinho, Allione e Dudu; Cristaldo.

Algo que parece agradar bastante Oswaldo de Oliveira é a condição física do reforço palmeirense. "Ele é um jogador que se expõe muito. Quando chega ao final do jogo, pelo ritmo que imprime, ele está cansado. Ano passado, quando trabalhamos juntos no Santos, optei por tirá-lo faltando cinco ou dez minutos. A participação intensa dele é produtiva demais para a equipe", comentou Oswaldo, que foi um dos maiores responsáveis por fazer o Palmeiras ir atrás do jogador e tirá-lo do time da Vila Belmiro.

Após o treino da manhã desta sexta-feira, o Palmeiras divulgou a lista dos 18 relacionados para a partida contra o Capivariano:

Goleiros: Fernando Prass e Jailson

Laterais: Lucas e Zé Roberto

Zagueiros: Tobio, Vitor Hugo e Jackson

Volantes: Arouca, Gabriel, Amaral e Victor Luis

Meias: Allione, Robinho e Alan Patrick

Atacantes: Dudu, Cristaldo, Leandro Pereira e Rafael Marques

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.