Bruno Cantini/Atlético-MG
Bruno Cantini/Atlético-MG

Oswaldo confirma Atlético-MG com força máxima e volta a levar jovens para o banco

Treinador usará formação principal responsável por derrotar o Governador Valadares por 3 a 0

Estadão Conteúdo

27 Janeiro 2018 | 15h33

O Atlético Mineiro utilizará a sua força máxima no seu quarto compromisso oficial na temporada 2018. Neste sábado, o técnico Oswaldo de Oliveira comandou o último treinamento antes do duelo com a Patrocinense, no Independência, e definiu o time com a presença de todos os titulares.

+ Leia mais notícias sobre o Atlético-MG

+ Confira a tabela de classificação do Campeonato Mineiro

Neste início de Campeonato Mineiro, o treinador vem revezando a escalação, dando chance aos reservas nos meios de semana e em compromissos que estão sendo fora de casa. Neste domingo, então, ele voltará a utilizar a formação principal, que na segunda rodada derrotou o Democrata de Governador Valadares por 3 a 0.

Com isso, o Atlético vai entrar em campo neste domingo com a seguinte formação: Victor; Samuel Xavier, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Arouca, Elias, Cazares e Otero; Róger Guedes e Ricardo Oliveira.

Se a escalação já era conhecida, o Atlético terá novidades no banco de reservas do seu time titular. Jovens recém-promovidos ao time profissional, o meia Bruno Roberto e o atacante Marco Túlio foram relacionados após ganharem uma chance no segundo tempo da derrota dos reservas por 1 a 0 para o Villa Nova na última quinta-feira, assim como o volante Adílson, que parecia estar fora dos planos de Oswaldo no começo da temporada.

Confira lista de relacionados do Atlético para o duelo com a Patrocinense:

Goleiros: Victor, Cleiton e Michael.

Laterais: Patric, Samuel Xavier, Fábio Santos e Danilo.

Zagueiros: Gabriel, Leonardo Silva, Felipe Santana e Maidana.

Meio-campistas: Arouca, Adilson, Elias, Gustavo Blaco, Bruno Roberto e Cazares.

Atacantes: Roger Guedes, Erik, Marco Túlio, Otero, Carlos e Ricardo Oliveira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.