Oswaldo confirma Kayke em amistoso do Flamengo e nega já estar planejando 2016

A manhã desta sexta-feira foi agitada no CT Ninho do Urubu, no Rio, onde o técnico Oswaldo de Oliveira comandou um treinamento tático do Flamengo visando o amistoso contra o Orlando City, dos Estados Unidos, neste domingo, no estádio do Maracanã, em comemoração pelos 120 anos do clube. O treinador confirmou a presença do atacante Kayke, recuperado de dores musculares, no time titular e negou que já está planejando a temporada de 2016 por causa da eleição presidencial no início de dezembro.

Estadão Conteúdo

13 de novembro de 2015 | 12h57

Em campo, Oswaldo de Oliveira realizou um treino tático e escalou o Flamengo com Paulo Victor; Pará, César Martins, Wallace e Armero; Márcio Araújo, Jonas e Alan Patrick; Gabriel, Kayke e Emerson. Esta é a escalação da equipe que começará a partida contra a equipe norte-americana em que atua Kaká - o meia não jogará por estar com a seleção brasileira.

O treinador já avisou que pretende fazer as 11 substituições. "Provavelmente este será o time que jogará o amistoso e contra o Santos. Vamos ver. Esse amistoso será importante por conta da celebração, afinal são 120 anos de Flamengo. Pretendo fazer as onze substituições", disse Oswaldo de Oliveira. "O Flamengo comemorar 120 anos é motivo de orgulho para todo mundo. É importante participar, ressaltar o aniversário do Flamengo neste data", completou.

Para a partida contra o Santos, na próxima quinta-feira, na Vila Belmiro, pela 35.ª rodada do Campeonato Brasileiro, o atacante peruano Paolo Guerrero deverá estar à disposição, já que atuará pela seleção de seu pais dois dias antes, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, contra o Brasil, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Sobre permanecer ou não no comando em 2016, Oswaldo de Oliveira revelou incerteza em relação a isso. Na entrevista coletiva desta sexta-feira, disse que não pode planejar nada antes das eleições para presidente, marcadas para o dia 7 de dezembro. "Não estou trabalhando nada porque tem uma eleição no dia 7, que é quando vão se resolver as coisas. Até lá estou quietinho, trabalhando", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoOswaldo de Oliveira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.