Renato Mendes
Renato Mendes

Oswaldo de Oliveira cobra consistência do time do Palmeiras

Treinador quer equipe mais regular no decorrer das partidas

DANIEL BATISTA, O Estado de S. Paulo

12 Março 2015 | 08h26

A derrota do Palmeiras por 2 a 1 para o Santos, quarta-feira, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista, ocorreu por falta de regularidade da equipe, segundo o técnico Oswaldo de Oliveira. O treinador destacou a necessidade de seu time ter mais consistência durante as partidas, principalmente em jogos mais complicados.

"Começamos limitando muito as ações do Santos .Fizemos o gol e subitamente começamos a perder a consistência, a compactação e começamos a dar espaços. Sabemos que o time do Santos com espaço é difícil de jogar. Nossa equipe não conseguiu voltar as linhas de marcação. Foi quando perdemos a consistência e perdemos o jogo", analisou o treinador, que visivelmente sentiu a derrota.

Oswaldo ainda destacou que os treinamentos ajudam, mas não são suficientes para fazer o time "aprender" a ter equilíbrio. "Nossa equipe ainda não jogou jogos suficientes deste tamanho para conseguir ter essa regularidade. Exercitamos pelo treinamento, mas o jogo tem uma exigência maior. Na sequência, vamos conseguir manter isso", projetou.

O fato é que o Palmeiras encarou o terceiro time de Série A do Campeonato Brasileiro nesta temporada e foi derrotado. Já havia tropeçado diante da Ponte Preta e Corinthians, ambos com derrota por 1 a 0. Por causa desses resultados, o treinador chegou a falar que ainda era cedo para projetar o que seria deste reformulado time palmeirense, pois ainda era preciso enfrentar maiores desafios.

Após a derrota para o Santos, Oswaldo afirmou que não vê motivos para preocupação, apesar dos tropeços. "Acho que nenhum dos três jogos contra eles jogamos mal. Ocorre que estamos trabalhando para evoluir e com certeza em jogos vindouros, seja lá o tamanho do adversário, vamos fazer partidas melhores e conseguir vencer, inclusive equipes mais qualificadas."

O elenco do Palmeiras se reapresenta na tarde desta quinta-feira, na Academia de Futebol, e no domingo enfrenta o XV de Piracicaba, às 11 horas, no Allianz Parque, pelo Paulistão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.