Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Oswaldo de Oliveira descarta tirar Leandro Damião do time do Santos

Ainda sem marcar pelo novo clube, atacante vai continuar como titular absoluto da equipe

O Estado de S. Paulo

17 de fevereiro de 2014 | 07h30

PENÁPOLIS - A contratação mais cara do futebol brasileiro, Leandro Damião, continua sem marcar pelo Santos e não deve perder a vaga de titular mesmo com a fraca atuação na goleada por 4 a 1 sofrida para o Penapolense, pelo Campeonato Paulista, neste domingo. O técnico Oswaldo de Oliveira garantiu que não vai tirar o camisa 9 da equipe.

O reforço de R$ 41 milhões fez três jogos pelo clube e na derrota em Penápolis cometeu ainda um pênalti infantil aos nove minutos de jogo que foi convertido por Guaru e abriu a vitória para a equipe do interior. "O Damião é o titular e vai continuar sendo", limitou-se a dizer o técnico na entrevista coletiva após o jogo. Oswaldo aparentava irritação e deu várias respostas irônicas.

"Falhamos na partida coisas que a gente não falhava e oportunidades que não aproveitamos, mas os adversários, sim", comentou. "Se a cada oito jogos do campeonato ganharmos sete, estarei satisfeito", minimizou o técnico, que descartou considerar a derrota por goleada como algo trágico na campanha do Santos.

Oswaldo também explicou o motivo de no segundo tempo, quando o time perdia por 2 a 1, não ter recomposto a zaga após a expulsão de Gustavo Henrique, aos 23 minutos. "Como estávamos perdendo o jogo, não quis tirar ninguém do ataque para repor um defensor. Atacávamos mais naquele momento e passei o Alan Santos (volante) para ser zagueiro porque ele tem boa qualidade no passe", justificou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.