Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Oswaldo de Oliveira minimiza baixas no Santos e mira topo geral no Paulistão

Técnico santista almeja a primeira colocação na tabela

Sanches Filho, Agência Estado

14 de março de 2014 | 12h21

SANTOS - O técnico Oswaldo de Oliveira minimizou nesta sexta-feira, em entrevista coletiva no CT Rei Pelé, o peso dos desfalques que o Santos terá no jogo deste domingo, contra o Rio Claro, às 18h30, fora de casa, pela 14ª rodada do Campeonato Paulista. O treinador exibiu confiança nos substitutos que colocará em campo na partida em que não terá o goleiro Aranha e o lateral-esquerdo Mena, lesionados, além do zagueiro Neto e do atacante Thiago Ribeiro, suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

Sem estes jogadores, Vladimir e Emerson Palmieri serão mantidos respectivamente no gol e na lateral, depois de já terem substituído Aranha e Mena anteriormente, enquanto David Braz ganhará uma chance como titular da zaga e Rildo será escalado ao lado de Geuvânio e Leandro Damião no ataque.

"Acho que há grandes possibilidades de os substitutos irem bem, pois todos já iniciaram, entraram em jogos. Agora são quatro (desfalques), a equipe sempre sente, mas é necessário que isso aconteça para que (os reservas) tenham a oportunidade de jogar, se entrosar. Por isso acho algo natural, que todos eles têm condições de ir bem e de levar o time à vitória", ressaltou o treinador.

O comandante também enfatizou nesta sexta-feira a importância de o Santos terminar a primeira fase do Paulistão na liderança geral, fato que lhe proporcionará a vantagem de atuar em casa nas fases seguintes da competição. O time santista hoje tem 32 pontos, mesma pontuação do Palmeiras, outro principal candidato a líder geral.

"Esse é o objetivo, nós queremos sim (o topo geral), temos a possibilidade de nos próximos seis jogos jogar quatro aqui (na Vila Belmiro). Se mantivermos a primeira colocação geral, vamos mandar os jogos das quartas aqui, algo que não tem mais como perdermos mesmo perdendo os dois próximos jogos. E a semifinal, também, então o meu interesse é esse. O de todos, também", disse o comandante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.