Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Oswaldo de Oliveira procura zagueiro e quer Neilton no Santos

Técnico procura substituto para o capitão Edu Dracena e sonha com permanência do atacante

Sanches Filho, Agência Estado

24 de janeiro de 2014 | 16h08

SANTOS - O Campeonato Paulista já começou, mas o técnico Oswaldo de Oliveira e a diretoria santista seguem em busca de jogadores para reforçar o elenco do Santos. Nesta sexta-feira, o treinador revelou que o time está à procura de um zagueiro após ficar sem o capitão Edu Dracena, que sofreu uma grave lesão e só deve voltar a jogar no segundo semestre.  "Estamos procurando, sim, a contusão do Dracena nos obriga a olhar nessa direção. É questão de pesquisa, não acontece de imediato e estamos em busca, sim", disse Oswaldo, que só conta com Gustavo Henrique, Jubal e Neto no elenco para a zaga - encostado, David Braz ficará no banco de reservas contra o Ituano, domingo, por causa da falta de opções no elenco.

O treinador santista também torce para que o atacante Neilton permaneça no time. O contrato do jogador se encerrará em maio e outros clubes, como o Cruzeiro, estão interessados na sua contratação. Mas Oswaldo torce para que a diretoria consiga mantê-lo por mais tempo no clube.

"Sobre o Neilton, não sei se tem alguma definição. Ele voltou a atuar entre os juniores, se machucou, mas a minha esperança é contar com ele", disse Oswaldo, revelando como imagina o elenco ideal. "Por volta de 30 jogadores, tendo jogadores que possam jogar e alguns que podem participar é o ideal. Quatro goleiros e 26 jogadores. O ideal é três jogadores para cada posição, três que disputam e um garoto que briga", completou.

Oswaldo espera que Lucas Lima, perto de ser contratado, ajude a repor a provável perda de Montillo, em negociações avançadas com o Shendong Luneng, da China. "O Lucas Lima, eu conheci hoje. Vai se preparar, vou conhecer melhor o jogador e procurar aproveitá-lo assim que possível", disse.

O treinador santista também revelou esperança de que o clube consiga acertar a chegada do meia Diego, que ficará sem contrato com o Wolfsburg em junho. "Acho que vai ficar para o meio do ano, o Diego tem um contrato lá e se fosse quebrado, exigiria uma despesa do clube. No meio do ano fica mais viável, acho que o clube vai preparar isso para o meio do ano", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.