Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Oswaldo deve mexer no time do Palmeiras para enfrentar o Goiás

Técnico conta com retorno de Arouca; Dudu ainda é dúvida

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

20 de maio de 2015 | 07h00

A má atuação diante do Joinville, domingo passado, não incomodou apenas os torcedores do Palmeiras, mas também o técnico Oswaldo de Oliveira. Ele trabalha com a possibilidade de fazer mudanças na equipe, principalmente do meio para frente. Para o jogo contra o Goiás, domingo, no Allianz Parque, às 11h, algumas alterações já devem ocorrer.

A grande dúvida é sobre a presença do atacante Dudu. O jogador foi suspenso por 180 dias pelo TJD por agressão ao árbitro Guilherme Ceretta de Lima, entretanto, o Palmeiras confia que conseguirá efeito suspensivo até sexta-feira a fim de liberar o atleta para essa partida.

Caso não consiga a liberação de Dudu, Kelvin é o mais cotado para ocupar sua vaga. Na terça-feira, talvez ciente da possibilidade, o jogador foi um dos destaques da vitória do time por 2 a 1 em jogo-treino com a Portuguesa. Os gols foram marcados por Amaral e Maikon Leite, que tem poucas chances de assumir a vaga.

Mesmo que Dudu jogue domingo, Oswaldo deve mexer na formação do Palmeiras. Recuperado de dores na coxa esquerda, Arouca treinou normalmente nesta terça e, caso não tenha uma recaída, vai para o jogo. Assim, o treinador tem várias opções para sacar. Ele pode tirar Egídio, Zé Roberto, Robinho, Rafael Marques ou Leandro Pereira. Egídio é o mais cotado para sair, de modo a fazer com que Zé Roberto retorne para a lateral. Cleiton Xavier continua no departamento médico, enquanto Valdivia deve permanecer no banco de reservas. O chileno também está de malas prontas para a Copa América do Chile.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebolBrasileirãoArouca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.