Oswaldo diz que ainda segue no Santos

Oswaldo avisou depois do jogo: "continuo no cargo, sim". Ele conversou com o presidente Marcelo Teixeira ainda no vestiário e revelou que em nenhum momento foi colocado o problema de sua permanência ou não. "Nem chegamos a tocar nesse assunto e ele não colocou dúvidas e nem comentou sobre minha permanência. Portanto, não houve nada que mudasse o rumo de nosso trabalho".Calmo como sempre, Oswaldo de Oliveira comentou que tem plena consciência do tudo o que se passa. "Sei quais as condições da equipe, as condições de trabalho que temos tido, as dificuldades e as virtudes, mas num momento em que a gente não consegue uma vitória, que se afasta do líder do campeonato, fica difícil fazer prevalecer esses pontos".Ressaltando que também não estava satisfeito com o empate. Lembrou que já passou por situação semelhante no Corinthians e conquistou o Paulista, o Brasileiro e o Mundial. No São Paulo, ficou a três rodadas do título. E, dependendo de sua vontade, continua no cargo. Isso, até que seja demitido, o que pode ocorrer ainda neste domingo, já que o Santos passa a dar prioridade para a Libertadores e tem até o dia 6 para arranjar o time na competição continental, quando enfrenta a LDU na Vila Belmiro. Um mau resultado e o time estará fora do torneio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.