Oswaldo diz que Flamengo esteve mais perto da vitória do que o Santos

Apesar de jogar fora de casa e contra uma das equipes mais embaladas neste fim de temporada, o técnico Oswaldo de Oliveira acredita que o Flamengo foi melhor em campo na Vila Belmiro do que o Santos. Os dois times não saíram do 0 a 0, na noite desta quinta-feira.

Estadão Conteúdo

20 de novembro de 2015 | 11h25

"O Flamengo jogou equilibrado, limitou muito as ações ofensivas do Santos. Eu só me lembro de duas defesas de mais valor do Paulo Victor. Ele não foi tão exigido. O goleiro do Santos, ao contrário, foi muito mais exigido. Nós criamos boas oportunidades de gol no primeiro tempo. E, no final do jogo, outras duas. O Flamengo andou muito mais próximo da vitória do que o Santos", afirmou o treinador.

Com o empate, o Flamengo se manteve no meio da tabela, agora com 48 pontos, distante do G4, que dá vaga na Copa Libertadores. Faltando três rodadas para o fim do Brasileirão, Oswaldo de Oliveira não se diz frustrado com a sequência irregular da equipe carioca, que praticamente não tem chances de voltar ao G4 nestas três rodadas finais do campeonato.

"Não tenho por que ficar frustrado. O Flamengo mostrou capacidade, vem se reformulando e trabalhando para se organizar e chegar no nível das outras equipes. A equipe tem tudo para fazer isso: terminar bem o ano e começar muito bem o ano de 2016", declarou o treinador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoOswaldo de Oliveira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.