Oswaldo esconde substituto de Elano

Para encarar o vice-lanterna do Campeonato Paulista, Oswaldo de Oliveira faz mistério. O técnico santista esconde o jogo e não revela quem será o substituto de Elano, neste sábado, às 16h, contra o Atlético Sorocaba, em Sorocaba. Diz estar entre o meia Tcheco e o atacante Basílio. "Não quero dar armas ao adversário. Por isso, não falo quem joga". Independentemente da escolha de Oswaldo, o time estará diferente.Tanto Tcheco como Basílio têm características bem distintas das de Elano, que foi para o Shaktar Donetsk, da Ucrânia. Seria um novo Santos em ação? "Não!", responde o treinador, que odeia rótulos para suas equipes. "Não tem essa de ?novo Santos?, de nova cara! Os times estão sempre sofrendo mutações. As peças mudam, isso é normal. Não tem nada de mais". Oswaldo explica as possibilidades para seu "Peixe Mutante": "Se entrar o Tcheco, o Fábio Baiano fica mais avançado. Se entrar o Basílio, ele fica como o extremo e o Robinho volta para armar". Embora já tenha utilizado a formação com Robinho, Basílio e Deivid na primeira rodada do Paulistão, contra a Portuguesa, o mais provável é que Oswaldo opte por Tcheco. O motivo é simples: Basílio não atua desde o jogo contra a Lusa, machucado. Só hoje ele retomou os treinos com bola. Apesar disso, Basílio garante estar 100%. "Estou à disposição do professor. Se ele quiser, pode contar comigo". Tcheco também está ansioso para fazer seu primeiro jogo como titular pelo Santos. Com 28 anos, ele foi a principal contratação do clube para a temporada. "Fiquei dois meses parado, mas já me sinto em condições de iniciar uma partida". Depois de estrear como titular, o próximo passo de Tcheco será conhecer a cidade de Santos. "Desde que fui contratado (no começo do ano), devo ter ficado só uns três dias na cidade. São muitas viagens, e ainda não tive tempo de conhecer nada". O guia turístico é Ricardinho, amigo desde a adolescência em Curitiba. Tcheco alugou um apartamento a uma quadra de onde mora Ricardinho, no bairro do Boqueirão. "Ele me falou maravilhas sobre a cidade. Já me mostrou onde fica o shopping e os melhores restaurantes". Por pouco, porém, os dois amigos não puderam estar juntos em campo, neste sábado. Ricardinho andou se queixando de dores na panturrilha direita durante a semana. Só hoje ele confirmou presença na partida em Sorocaba. Outro que joga é o lateral-esquerdo Léo, recuperado de uma lesão na coxa direita. Léo desfalcou o Santos nos jogos contra Ponte Preta, Mogi Mirim e Portuguesa Santista. Quem passou a ser dúvida foi o zagueiro Ávalos. Ele se queixa de dores na coxa esquerda. Se não tiver condições de jogo, Oswaldo, que foi avisado do fim das negociações com Gamarra, terá de promover a estréia do jovem Hallison, do time de juniores. Tanto o treinador como o gerente de futebol, Ílton José da Costa, admitiram hoje que o Santos ainda busca algumas contratações: uma para a zaga e outra para o meio-de-campo.

Agencia Estado,

04 de fevereiro de 2005 | 19h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.