Gilvan de Souza/Divulgação
Gilvan de Souza/Divulgação

Oswaldo exalta volta do Flamengo ao G-4, mas prega pés no chão

Time carioca está em ascensão e soma cinco vitórias consecutivas

Estadão Conteúdo

11 de setembro de 2015 | 08h41

Depois de quatro anos, o Flamengo finalmente voltou a figurar no G-4 do Campeonato Brasileiro com a vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro na última quinta-feira, em casa. Já são cinco triunfos consecutivos, todos eles sob o comando de Oswaldo de Oliveira, que celebrou o ótimo momento da equipe, mas ponderou.

"Nós temos que focar no próximo obstáculo. A cada obstáculo transposto, se abre um horizonte maior e mais brilhante para nós. Mas não podemos nos deixar levar pela magia do horizonte. Temos que focar e, paulatinamente, vamos conquistando o que almejamos", declarou.

Se a boa fase não empolga Oswaldo, o mesmo não pode se dizer da torcida flamenguista, que lotou o Maracanã e mostrou sua força. "A torcida é um capítulo à parte. É um negócio maravilhoso e hoje ela foi fundamental. Ali no momento final, de pressão, a torcida nos deu muita força. Quando sai aquele ''Vamos, Flamengo'' é muito forte, mexe com a gente. Imagina dentro de campo, como reagem os jogadores", elogiou o treinador.

Outro destaque do triunfo foi o volante Luiz Antonio. O jogador passou por altos e baixos na temporada, chegou a ficar um período encostado no elenco graças a um problema particular, mas, na última quinta-feira, lavou a alma com um lindo gol de fora da área, que selou o resultado.

"Nós preparamos muito a situação do gol. O Cruzeiro demorou para nos dar esta chance, insistimos muito e acabamos concretizando. Se você olhar nos últimos jogos e nos nossos treinamentos, você vai achar muitas vezes essa situação em que fizemos o segundo gol. O Luiz Antonio vinha se adaptando, achou sua posição e fez um golaço, um gol maravilhoso", comentou Oswaldo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.