Rafael Ribeiro/Vasco.com.br
Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Oswaldo Henríquez pede fortalecimento coletivo para o Vasco voltar a vencer

Zagueiro chegou ao clube no último dia 15 e deverá enfrentar o São Paulo neste domingo pelo Brasileirão

Estadão Conteúdo

02 Agosto 2018 | 14h40

Sem o zagueiro Breno, suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo contra o Corinthians, o técnico Jorginho recorrerá ao recém-contratado colombiano Oswaldo Henríquez para compor a dupla de zaga do Vasco na partida contra o São Paulo, neste domingo, no estádio do Morumbi, na capital paulista, pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Recuperado, Rafael Galhardo vira opção de Jorginho na lateral direita

+ Após goleada, Martín Silva diz que Vasco trabalha para 'mudar a cara do time'

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

O jogador colombiano chegou há pouco menos de um mês em São Januário, depois de passar por um período de inatividade no Sport, mas se sente preparado para ajudar o Vasco a retomar o caminho das vitórias no Brasileirão.

"Estou me sentindo muito bem. Tem sido importante essa relação próxima com o grupo, que é uma família bastante receptiva. É uma equipe que se propõe a conquistar coisas importantes. Eu cheguei para me juntar nessa pegada, para honrar as tradições de um clube de grandeza, como é o Vasco. Venho colaborando e tenho procurado me preparar para estar 100% quando chegar a oportunidade", afirmou.

Embora tenha pouco tempo de casa, Oswaldo Henríquez não se omite quando o assunto é o rendimento defensivo do Vasco na temporada de 2018. A equipe de São Januário já sofreu 66 gols, o maior número de um clube da Série A no atual ano. Para o colombiano, porém, a evolução não depende apenas de uma melhora da retaguarda, mas sim da evolução da equipe como um todo.

"É fundamental que o coletivo tenha uma compenetração muito alta. Precisamos aumentar a concentração e melhorar o aspecto defensivo para não sofrermos gols, sobretudo no começo e no fim dos jogos. Acredito que isso é o que nos falta para voltarmos a ganhar as partidas e recuperarmos a confiança. Essa compenetração precisa ser do time inteiro, pois o trabalho defensivo depende do coletivo, não apenas do individual. Meu principal objetivo é ajudar no fortalecimento desse coletivo - declarou o colombiano.

Para contribuir para o crescimento vascaíno, Oswaldo Henríquez irá procurar colocar em campo uma de suas principais características: a liderança. "O Brasileiro é um campeonato forte e competitivo, onde os pequenos detalhes fazem a diferença. Temos feito partidas boas e sido superiores aos adversários em vários momentos, mas os resultados estão escapando em virtude da falta de concentração. Um dos meus objetivos, além de contribuir na defesa, vai ser ajudar o time a se manter 100% focado durante todo jogo. Vou procurar falar muito, principalmente nas bolas paradas. Precisamos ser fortes na defesa, sobretudo contra o São Paulo, um time que vem muito bem e irá atuar dentro de casa", concluiu.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.