Oswaldo lamenta chances desperdiçadas pelo Botafogo

Oswaldo de Oliveira lamentou as inúmeras chances desperdiçadas pelo Botafogo durante o clássico com o Botafogo, mas considerou o empate justo. O treinador admite que seu time esteve perto de levar a virada nos minutos finais da partida, dada a forte reação do Flamengo.

AE, Agência Estado

29 de julho de 2013 | 12h44

"No segundo tempo, o Flamengo veio para cima, principalmente com as bolas altas na área, e fez uma pressão muito grande. Inclusive valorizo o empate conseguido no final", reconheceu o treinador, ao fim do 1 a 1, no Maracanã.

Oswaldo, contudo, não deixou de lamentar as chances perdidas e a mudança de postura do time no segundo tempo. "O Botafogo teve a supremacia no primeiro tempo. Criou várias oportunidades e marcou seu gol, jogando de forma consciente. Jogamos tática e tecnicamente muito bem. E o Flamengo não teve nenhuma chance no primeiro tempo", analisou.

"Tivemos três chances claras de fazer o segundo gol antes do empate do Flamengo. Essa é a grande diferença: a organização do nosso contra-ataque nos proporcionou três chances. Poderíamos ter definido o jogo naquele momento", lamentou o treinador, que garantiu não ter orientado o time a recuar depois do intervalo.

"Insisti para que eles continuassem a pressionar a defesa do Flamengo", afirmou. Apesar disso, o time do Botafogo recuou no segundo tempo e acabou sofrendo o gol de empate nos acréscimos. Elias foi o autor do gol flamenguista, aos 49 minutos da etapa final.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoOswaldo de Oliveira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.