Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Oswaldo pede fim da irregularidade do Botafogo em casa

A campanha do Botafogo no Campeonato Brasileiro, até aqui, foi um tanto frustrante para o técnico Oswaldo de Oliveira. Em oitavo lugar com 24 pontos, depois do empate com a Portuguesa, no último domingo, em São Paulo, o time carioca ainda está próximo do grupo dos quatro primeiros, separado por sete pontos do Grêmio, último classificado do G4.

AE, Agência Estado

13 de agosto de 2012 | 20h51

No entanto, a colocação da equipe poderia ter sido melhor caso o desempenho doméstico botafoguense não fosse tão decepcionante. Em oito jogos no Engenhão, o Botafogo foi derrotado quatro vezes e venceu apenas três. Oswaldo de Oliveira pretende fechar o primeiro turno com duas vitórias no estádio - contra o Sport, nesta quarta-feira, e o Flamengo, no próximo dia 26. Entre eles, acontece o duelo com o líder Atlético Mineiro, em Belo Horizonte.

"Temos de acabar com essa irregularidade, principalmente jogando em casa. Vamos trabalhar mais", disse o técnico do Botafogo, que quer iniciar a segunda metade da competição mais próximo dos líderes. "É interessante reagir logo para que consigamos traçar um panorama melhor para o segundo turno", projetou.

Para o confronto desta quarta-feira contra o Sport, Oswaldo de Oliveira não terá o volante Amaral e o lateral-esquerdo Márcio Azevedo, ambos suspensos. Assim, Jadson e Lima entram no time. Já o meia holandês Seedorf, depois de ser poupado e ficar na reserva contra a Portuguesa, deve voltar à formação titular.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.