Satiro Sodré/AGIF
Satiro Sodré/AGIF

Oswaldo rechaça favoritismo do Botafogo contra o Flu na semifinal

Em clássico da Taça Guanabara, técnico espera 'partida igual' no Engenhão, na próxima quinta-feira

AE, Agência Estado

21 de fevereiro de 2012 | 15h45

RIO - O Botafogo chega à semifinal da Taça Guanabara com a melhor campanha do Grupo A da competição e enfrenta o Fluminense, que terminou em segundo no Grupo B e dependeu de outros resultados para se classificar. Mesmo assim, o técnico Oswaldo de Oliveira rechaçou um possível favoritismo e declarou que espera uma partida igual nesta quinta-feira, às 21 horas, no Engenhão.

"Não tem favorito, pelos motivos de sempre. Não podemos, num jogo desses, dizer que alguém é favorito. A história confirma isso, e pode contradizer qualquer previsão",, disse. "A campanha da Taça Guanabara vai até domingo. Lá veremos quem foi melhor. Hoje ainda não temos inicio, meio e fim. Esse é um bom jogo para vermos isso. Os quatro entram em igualdades de condição. Vejo todos com capacidade, e é impossível dizer quem saíra vencedor na quinta e no domingo", completou.

Para a partida, Oswaldo não poderá contar com Maicosuel, lesionado e suspenso, e ainda tem Andrezinho e Loco Abreu como dúvidas. Mesmo se não puder contar com estes jogadores, ele garantiu que não mudará o esquema tático da equipe, que tem atuado com três meias ofensivos e um atacante.

"Estou pensando em hipóteses nesse momento. Estou sem o Maicosuel, por dois motivos. O Andrezinho e o Loco Abreu precisam ainda da liberação do departamento médico. Nesses casos, as últimas horas são decisivas. Não vou fazer mudanças no esquema. Talvez alguma adaptação, mas o esquema será o mesmo", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.