Bruno Cantini / Atlético-MG
Bruno Cantini / Atlético-MG

Oswaldo reclama de acomodação do Atlético-MG e admite mudar planejamento

Treinador pensa em alterar esquema de alternância entre time titular e reserva

Estadão Conteúdo

29 Janeiro 2018 | 12h10

O técnico Oswaldo de Oliveira exibiu insatisfação com o desempenho do Atlético no segundo tempo do empate por 2 a 2 com o Patrocinense, domingo, no Independência, pela quarta rodada do Campeonato Mineiro. Ele reconheceu que a sua equipe relaxou após abrir 2 a 0 na etapa inicial, mesmo com os alertas dados por ele no intervalo, deixando a vitória escapar.

+ Cruzeiro diz que pagará multa por Fred ao Atlético-MG até terça-feira

+ Apresentado, Tomás Andrade exalta Atlético-MG e diz ter D'Alessandro como ídolo

"Nós relaxamos, entramos autossuficientes, sem jogar com a intensidade e a agressividade do jogo passado. Fizemos três gols, mas valeram apenas dois, mas as advertências que fiz no intervalo não foram suficientes para a equipe acordar no jogo. Deixamos a desejar nesse aspecto", afirmou.

Apesar da insatisfação com o desempenho do time na etapa final, Oswaldo só foi realizar alterações aos 40 minutos, quando fez três trocas de uma vez. Ele explicou que demorou a mexer porque esperava uma reação da formação titular.

"Demorei a substituir porque eles tinham que reagir, que mostrar atitude. São os titulares, tiveram duas semanas trabalhando. Aguardei para que mudassem o panorama do jogo. Como isso não aconteceu, procurei mudar", disse.

Neste início de temporada, Oswaldo vem optando por revezar a escalação da equipe entre titulares e reservas no Campeonato Mineiro, mas admitiu a possibilidade de mudar esse planejamento por causa dos resultados ruins. O time somou apenas cinco pontos até agora e vai fechar a quarta rodada na quinta posição.

"Independentemente dos resultados, estou levando em consideração o comportamento em equipe. Gostei muito dos dois primeiros jogos. Já não gostei tanto dos dois últimos: a derrota para o Villa Nova e o empate. É lógico que vamos precisar revigorar a equipe para vencer no Campeonato Mineiro. Se perde tudo, não tem planejamento", comentou.

O Atlético voltará a jogar pelo Mineiro no próximo domingo, quando vai visitar o URT, em Patos de Minas, pela quinta rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.