Oswaldo se diz otimista com garotos no Botafogo

Depois de muito tempo sem revelar grandes jogadores, o Botafogo encontrou em três garotos a base para se reerguer no Brasileirão. Com o zagueiro Dória (17 anos) e os volantes Jadson (19) e Gabriel (20), o time está há seis rodadas sem perder (mas também há três sem ganhar). O técnico Oswaldo de Oliveira, responsável por essa renovação, acredita que os garotos podem levar o time longe.

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2012 | 17h54

"Vejo essa meninada com muito otimismo. Nos passam muita confiança e determinação de dar sequência a isso. A medida que você dá oportunidade e eles se saem bem, contagia. Procuramos sempre que possível atrair um maior número deles, inclusive fazendo um trabalho de integração. Essas mudanças vão adaptando sem que eles percam o amor à origem deles. É um trabalho que gosto muito de fazer", contou Oswaldo.

Para o treinador, pesa mais a série de seis jogos sem perder do que a de três sem ganhar.

"Tem o efeito matemático que é mais pragmático e você tem o prazer de dizer também que não perdeu. Lógico que o mais interessante é somar pontos", ressaltou ele, lembrando que os três empates seguidos renderam apenas três pontos ao Botafogo.

Oswaldo prevê mais um confronto complicado para o Botafogo, domingo, às 16h, em Salvador. "Toda vez que jogaremos fora de casa e sabemos que o público será maior, procuramos preparar a equipe. Mas a essa altura do campeonato já estão todos prontos. Sabem que temos que jogar com muita intensidade do início ao fim."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.