Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Oswaldo tenta conter euforia no Flamengo

Conter a euforia da equipe após a goleada por 6 a 0 sobre o Bahia. Esta é a principal tarefa do técnico Oswaldo de Oliveira para tentar ver o Flamengo alcançar outra vitória no Campeonato Brasileiro, neste domingo, às 16 horas, no Estádio Couto Pereira. O treinador teve pelo menos duas conversas longas com os atletas desde o feito contra o Bahia, na noite de quinta-feira. Pediu concentração e humildade."Demos uma bela arrancada no início do returno do Brasileiro. Mas não ganhamos nada", disse Oswaldo. Para o treinador, a prioridade agora é devolver ao grupo rubro-negro confiança e otimismo. "Toda equipe falha, comete equívocos e o Flamengo tem de saber lidar com os próprios erros para saber corrigi-los e seguir em frente", prosseguiu o técnico.Ele não ficou preocupado ao ser lembrado das duas outras partidas do time no Paraná este ano: foi goleado em ambas as vezes - 4 a 1 para o Atlético e 6 a 2 no confronto com o Paraná. "Isso não quer dizer que vamos ser derrotados novamente. Não posso me guiar por isso."Oswaldo de Oliveira não vai poder contar com o meia Fábio Baiano, que sofreu contusão na partida contra o Bahia. Ele será substituído por Jonathas. No ataque, o treinador deixaria para definir mais próximo do jogo qual seria o companheiro de Edílson. Fernando Baiano vai ficar no banco de reservas. A vaga está sendo disputada por Zé Carlos, que goza da preferência do técnico, e Jean, cujas últimas atuações ganharam elogios do técnico.

Agencia Estado,

10 de agosto de 2003 | 10h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.