Oswaldo vê jogo de quinta como decisão

A quatro dias de sua reestréia no Corinthians, Oswaldo Oliveira vê o jogo de quinta-feira, contra o Juventus, como se fosse uma decisão de campeonato. O peso do resultado é enorme, e ele sabe que o time vai jogar com a responsabilidade de vencer. Além disso, o treinador não terá os seus dois principais jogadores de meio-de-campo: os volantes Rincón e Fabinho, suspensos. Para completar o quadro de incertezas, Rogério ainda ainda não perdeu os três quilos ganhos nos últimos 11 dias, tempo em que ele ficou sem treinar, recuperando-se de uma lesão na retina. Como o time perdeu seus dois volantes titulares, Oswaldo está pensando em aproveitar o lateral-direito como volante. "Precisamos analisar e pensar nisso com calma. Temos uma carência no meio-de-campo e podemos recorrer ao Rogério", observa o treinador. Rogério prometeu passar carnaval treinando. Hoje, por conta própria, correu seis quilômetros - e aposta que até a quinta-feira estará com 79 quilos, seu peso ideal. "Não vai ser difícil perder o excesso. Meu organismo reteve muito líquido por causa dos remédios que tomei. Como já parei de tomar a medicação, o excesso já está sendo eliminado. Nem foi preciso fazer uma dieta alimentar." Apesar de todos esses problemas, o time já mostrou uma boa evolução nas mãos do novo treinador. Além de treinar forte, Oswaldo de Oliveira parece ter conseguido recuperar emocionalmente os jogadores. O treinador também mudou a cara do time. Já no jogo de quinta-feira, contra o Juventus, terá uma proposta bem mais ofensiva, com os apoio maciço dos laterais e dos volantes. No entanto, ele evitou fazer comparações entre o Corinthians de hoje e o time que era dirigido por Juninho Fonseca. "Cada treinador tem o seu estilo, mas isso não quer dizer que o Juninho não é um bom treinador. Jamais faria comparações", avisa o técnico atual. No primeiro teste do novo Corinthians, o time foi bem. Sábado, noas treinos no Parque Ecológico do Tietê, os titulares venceram o Guaratinguetá por 3 a 0 - gols de Gil, Régis Pitbull e Adrianinho. É verdade que o adversário, penúltimo na terceira divisão do Campeonato Paulista, não exigiu muito. Mas houve muita aplicação tática por parte do Corinthians. O time provou ter assimilado o que foi ensaiado, especialmente ofensivamente. Além de atacar mais, os atacantes passaram a chutar mais de fora da área. O time reserva, reforçado por Fabinho e Rincón, também venceu o seu jogo-treino, contra o Ecus/Suzano, por 1 a 0. O gol foi do menino Jô, que está sendo observado com atenção. Oswaldo, que em sua primeira passagem pelo Parque São Jorge lançou Gil, Kléber, Edu, Éwerthon, Fernando Baiano, entre outros, disse que não vai esquecer as promessas. "A geração aqui também é muito boa." Depois da folga de hoje, o time volta a treinar amanhã, às 16h, no Parque Ecológico do Tietê. Oswaldo já avisou que só a partir de terça-feira começará a reduzir a intensidade dos treinamentos. Ele não abre mão de uma vitória na sua reestréia: "Vamos investir tudo nesse jogo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.