Oswaldo volta com trio de atacantes

Somente a vitória contra o União Barbarense, domingo, na Vila Belmiro, mantém o Santos com chances de conquistar o Campeonato Paulista. Em terceiro lugar na classificação, cinco pontos atrás do líder São Paulo (24 a 29), o técnico Oswaldo de Oliveira muda a escalação, com o claro objetivo de tornar a equipe ainda mais ofensiva: o meia Fábio Baiano cede a vaga para o atacante Basílio, que formará o trio ofensivo com Robinho e Deivid.Assim, o treinador promete um comportamento tático tão ofensivo quanto o do ano passado, quando o time conquistou seu segundo título do Campeonato Brasileiro. "Já temos uma forma de atuar, que foi vencedora em 2004", lembrou o meia Ricardinho. "Partindo disso, precisamos apenas manter a base que já desenvolvemos e procurar evoluir nos fundamentos para atingir nossos objetivos", explicou.Dessa forma, apesar das cobranças pela necessidade da vitória, a maneira de atuar não será nenhuma novidade para o time da Vila Belmiro. "Já atuamos várias partidas desse jeito, o grupo está acostumado e temos de estar preparados para qualquer situação tática", acredita Ricardinho.O Santos terá outras duas mudanças contra o time de Santa Bárbara d´Oeste, que, no entanto, não dizem respeito diretamente à questão tática. Flávio segue na lateral-direita, em lugar de Paulo César, que está lesionado, e Leonardo recupera a posição na defesa, na vaga de Domingos. Leonardo foi titular na reta final do Campeonato Brasileiro, mas perdeu a posição no início do ano, quando foi convocado para defender a seleção brasileira no Campeonato Sul-Americano Sub-20.Ataque e marcação - Oswaldo de Oliveira comandou nesta quinta-feira à tarde, em Extrema, o primeiro treinamento coletivo da semana - que durou cerca de uma hora. Foi possível perceber a preocupação do técnico com as jogadas ofensivas. Diversas vezes, Oswaldo gritou e insistiu para que os laterais avançassem e se aproximassem bastante do ataque.No entanto, a equipe promete não descuidar da pegada no meio-campo. "Apesar desse esquema ofensivo, não acho que vou ficar sobrecarregado, porque o Ricardinho e o Tcheco também voltam muito para ajudar na marcação", explicou o volante Ricardo Bóvio. "Ficamos um pouco expostos, diante do Palmeiras, porque nos precipitamos em alguns lances, mas foi uma situação atípica", acredita.O lateral-esquerdo Léo deixou o treinamento sentindo dores no joelho esquerdo, mas treinará normalmente, pela manhã, e não deve ser problema para enfrentar o União Barbarense. Depois do treino desta sexta-feira, o elenco retorna para Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.