Hannah McKay/Reuters
Hannah McKay/Reuters

Otimista, Egito crê que terá Salah na Copa após contato com médico do Liverpool

Jogador assustou torcedores após sair chorando durante final da Liga dos Campeões

Estadão Conteúdo

26 de maio de 2018 | 20h46

A Federação Egípcia de Futebol divulgou pelo Twitter um comunicado que mostra otimismo para a participação de Mohamed Salah na Copa do Mundo. Na derrota do Liverpool por 3 a 1 na final da Liga dos Campeões da Europa, disputada neste sábado, o atacante sofreu uma lesão no ombro após disputa de bola com Sergio Ramos, do Real Madrid, e teve de ser substituído ainda no primeiro tempo.

+ #FERA - Após falhas, goleiro do Liverpool vira alvo de piadas na internet

+ #FERA - Cristiano Ronaldo diz que 'foi bonito' jogar no Real, mas não confirma se fica

"O dr. Mohammed Abu Ola, médico da seleção, conversou por telefone com o médico do Liverpool e foi informado que Salah sofreu uma lesão no ombro e foi submetido a exames para determinar sua gravidade, o tratamento adequado e o tempo de recuperação. Ele estava otimista que Salah poderá jogar a Copa do Mundo", escreveu a entidade na rede social.

Treinador do Liverpool, Jürgen Klopp reconheceu os méritos do Real Madrid, mas não viu com naturalidade o lance que tirou Salah do jogo. "Parabéns ao Real Madrid. Ninguém deveria esquecer que eles venceram a Liga dos Campeões neste sábado. A lesão de Salah foi um momento importante. Sei que soa como um mau perdedor, mas foi uma entrada dura - algo de 'wrestling' (luta olímpica). O choque nos nossos rapazes foi claro. Ficamos muito na defesa", disse o técnico alemão.

Jürgen Klopp acredita que o resultado poderia ser diferente se o atacante egípcio tivesse jogado toda a partida. "Faz parte do esporte. Essas coisas podem acontecer. É a parte que eu não gosto. Todos viram a primeira meia hora, nós éramos o adversário que todos esperavam. Agora perdemos por 3 a 1, então não acho que em 10 anos alguém vai pensar sobre 'como' nós perdemos" declarou.

DESCULPAS

O goleiro alemão Karius admitiu que as falhas em dois gols do Real Madrid foram decisivas para a derrota do Liverpool. "Meus erros fizeram o time perder a final. Eu peço desculpas, desculpas a todos", disse em entrevista ao jornal inglês The Independent.

Jürgen Klopp reconheceu os erros do atleta, mas preferiu adotar um tom conciliador. "O que eu posso dizer? Karius sabe, todo mundo sabe. É isso. É vergonhoso um jogo assim após uma temporada como esta. Eu sinto muito por ele, é um garoto fantástico", lamentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.