Otimista, Paulo Miranda inicia fisioterapia no São Paulo

Submetido a uma artroscopia no joelho esquerdo na última quinta-feira, o zagueiro Paulo Miranda iniciou os trabalhos de fisioterapia no Reffis nesta sexta. A previsão de afastamento é de quatro a seis semanas, mas o jogador não esconde o otimismo e acredita que pode voltar a atuar pelo São Paulo antes deste período.

AE, Agência Estado

22 de fevereiro de 2013 | 12h41

"Infelizmente aconteceu esse problema, mas agora é fazer uma boa recuperação e voltar o mais rápido possível a campo para ajudar os meus companheiros", declarou o jogador, que ganhou espaço com a chegada de Ney Franco no ano passado e passou a atuar improvisado na lateral direita.

Apesar de não poder entrar em campo, Paulo Miranda garante que seguirá acompanhando a equipe de perto e torcerá muito no Campeonato Paulista e na Libertadores. "Mesmo de fora ficarei na torcida pelo time, sempre com pensamento positivo. Espero que os jogadores consigam os resultados positivos tanto no Paulista quanto na Libertadores."

Contratado no início de 2012 junto ao Bahia, o zagueiro já atuou em 55 partidas pelo clube e marcou dois gols. Sem ele, o técnico Ney Franco voltou a escalar o lateral Douglas como titular.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCPaulo Miranda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.