Otimista, time chinês ainda nega acordo com Anelka

O Shangai Shenhua afirmou nesta sexta-feira que espera para segunda-feira a decisão do atacante Nicolas Anelka, do Chelsea, sobre a proposta feita pelo clube chinês para contratá-lo. A diretoria da equipe se negou a confirmar as informações do jornal esportivo francês L''Equipe de que o jogador já teria selado um acordo com o clube.

AE-AP, Agência Estado

09 de dezembro de 2011 | 12h07

De acordo com o jornal, Anelka teria aceitado uma proposta para defender o Shangai Shenhua por duas temporadas. O jogador chegaria ao time chinês a partir de janeiro e iria receber US$ 14,2 milhões por ano. "As negociações estão progredindo devagar", disse Ma Yue, diretor de comunicação do clube. "O contrato toca em muitas áreas", explicou. "Alguns detalhes ainda precisam ser concluídos. Basicamente, na próxima segunda-feira, devemos ter o resultado final".

Anelka foi liberado pelo Chelsea para negociar a sua ida para outro clube na próxima janela de transferências internacionais, em janeiro. O dirigente do time chinês também confirmou que o Shangai Shenhua deverá anunciar na próxima semana a chegada do técnico francês Jean Tigana. Campeão da Eurocopa de 1984 como jogador, ele já dirigiu Bordeaux, Lyon, Monaco, Fulham e Besiktas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolShangai ShenhuaAnelka

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.