Reuters
Reuters

Özil deixa o Arsenal e se transfere para o Fenerbahçe, da Turquia

Jogador alemão é filho de turcos e não atuava pela equipe de Londres desde março de 2020

Redação, Estadão Conteúdo

17 de janeiro de 2021 | 17h56

Mesut Özil se despediu dos companheiros do Arsenal e voou para a Turquia neste domingo para se juntar ao Fenerbahçe, clube que fechou a sua contratação e pelo qual vai tentar reacender a sua carreira. O meia alemão, de ascendência turca, não jogava pelo time londrino desde março.

"Estou muito animado. Eu disse que sou um torcedor do Fenerbahçe. Estou muito feliz por estar vindo para o Fenerbahçe", disse Özil em uma entrevista para a emissora turca BBO Sports. "Deus me deu a chance de usar o uniforme do Fenerbahce como torcedor. Eu farei o meu melhor pela equipe."

Özil, de 32 anos, nem foi incluído na lista de inscritos do Arsenal no Campeonato Inglês para a temporada 2020/2021, apesar de ter um dos maiores salários do elenco e publicar, no Twitter, mensagens de apoio ao time durante os jogos.

Agora, o Arsenal conseguiu se livrar de Özil antes que seu contrato expirasse em junho. O Fenerbahçe postou imagens de Özil saindo de Londres em um jato particular neste domingo.

O time conquistou o último de seus 19 títulos da liga turca em 2014. A equipe não participa da fase de grupos da Liga dos Campeões desde a descoberta de um escândalo de manipulação de resultados em 2011. E aposta no meia alemão para retomar o protagonismo.

A última partida de Özil pelo Arsenal foi em março, uma semana antes do futebol ser suspenso pelo surto do coronavírus. Ele foi condenado ao ostracismo pelo clube assim que Arteta foi contratado em dezembro de 2019.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.