Divulgação
Divulgação

Pablo Escobar torcia para o Independiente, revela filho

Série Narcos relata o envolvimento do narcotraficante com o Atlético Nacional de Medellín

O Estado de S.Paulo

07 de março de 2017 | 11h15

Juan Pablo Escobar, filho do colombiano Pablo Escobar, afirmou que o maior narcotraficante da década de 80 era torcedor do Independiente de Medellín e não do Atlético Nacional de Medellín, como é retratado na série produzida pela Netflix, Narcos.

Em entrevista o programa espanhol El Transitor, da rádio Onda Cero, Juan falou sobre a relação do pai com o esporte, ao comentar seu livro 'Pablo Escobar: O que meu pai nunca me contou' e negou qualquer tipo de influência no esporte.

Perguntado se alguma vez Pablo Escobar comprou algum árbitro para beneficiar sua equipe, a resposta foi direta: "Ele se interessava por negócios ilegais com o narcotráfico, que davam muitíssimo mais dinheiro que o futebol", explicou.

Mas a situação mudava nas partidas de futebol amador feitas pelo homem que ganhava quase R$ 8 bilhões no auge de suas atividades no tráfico de drogas. "Meu pai organizadas jogos que terminavam quando sua equipe estava ganhando.

MAIS UMA NEGAÇÃO

Em julho do ano passado, o Estado entrevistou o técnico do Atlético Nacional nos anos 80, que negou qualquer envolvimento de Pablo Escobar com o clube. "Eu vivi aquela época, sei o que se passou. Tudo o que dizem não passa de histórias. Se fosse do jeito que falam, nós não teríamos nos esforçado para trabalhar".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.