Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Alex Livesey/Reuters
Alex Livesey/Reuters

Pai de Agüero culpa Guardiola por saída do filho do Manchester City

Leonel Castillo disse que a vaidade de Guardiola foi o estopim para que o filho deixasse a Inglaterra

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de junho de 2021 | 15h40

O atacante Sergio Agüero já pertence ao Barcelona, mas a sua saída do Manchester City continua rendendo polêmica. E quem fez questão de colocar o assunto novamente em evidência foi Leonel Castillo, pai do atleta. Em entrevista à rádio La Red, ele falou sobre os bastidores da relação do filho com o treinador Pep Guardiola.

“Não acredito em Guardiola. Ele jamais gostou de Aguero. Ele quer ser o protagonista em todas as equipes que dirige”, afirmou o pai do jogador argentino de 33 anos.

Leonel afirmou ainda que outros clubes da Premier League também manisfestaram interesse na sua contratação. “Meu filho esperou até o final para renovar com o Manchester City, mas não aconteceu. O Arsenal, o Tottenham e o Chelsea também se interessaram. Mas o importante é que ele está feliz e, com sua ida, Messi deve ficar mais um tempo no Barcelona para que eles joguem juntos”, afirmou.

Apesar da temporada irregular, marcada por contusões, Aguero deixou o clube como o maior artilheiro da história do City: foram 184 bolas na rede durante a sua passagem.

Integrado à seleção argentina que disputa as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, Agüero se manifestou contra a realização da Copa América em função do novo coronavírus. O Brasil acabou sendo escolhido como sede após a desistência da Argentina que abriu mão do torneio por causa da pandemia. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.