Nilton Fukuda/ Estadão
Nilton Fukuda/ Estadão

Pai de Camacho, do Corinthians, morre em acidente com elevador

Anízio não resistiu aos ferimentos e mãe do jogador, que também estava no local, é internada após quebrar as duas pernas

Daniel Batista, Estadao Conteudo

20 Fevereiro 2017 | 09h22

Uma tragédia envolvendo o volante Camacho abalou o Corinthians poucas horas depois da vitória por 1 a 0 sobre o Audax, pelo Campeonato Paulista. O pai do jogador, Anízio, morreu em um acidente de elevador dentro de casa, no domingo, no Rio de Janeiro. A mãe do atleta, Rita, que também estava no local, está internada após quebrar as duas pernas e o irmão, Leonardo, sofreu pequenas escoriações.

A família do volante tinha um elevador em casa porque Leonardo é paraplégico. Os três estavam dentro do elevador quando ele despencou e Anízio não resistiu aos ferimentos. Por causa da tragédia, Camacho foi liberado do treino desta segunda-feira e, provavelmente, não enfrentará o Palmeiras na quarta-feira.

Pouco depois da divulgação do acidente, torcedores e o Corinthians se manifestaram nas redes sociais em solidariedade ao jogador. Camacho foi um dos destaques da vitória sobre o Audax após entrar na equipe no lugar de Fellipe Bastos, que iniciou o confronto no banco de reservas.

Mais conteúdo sobre:
futebolCamachoCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.