Reprodução
Reprodução

Alcoolizado, pai de Cavani se envolve em acidente com um morto

Jornais uruguaios dizem que atacante pode até deixar concentração

Estadão Conteúdo

23 de junho de 2015 | 12h25

Enquanto vive uma seca de gols na Copa América, o atacante Edinson Cavani recebeu uma péssima notícia nesta terça-feira. Seu pai, Luis Cavani, se envolveu em um acidente de trânsito na cidade de Salto, no Uruguai, na noite de segunda. O motociclista atingido na batida não resistiu aos ferimentos e morreu.

As informações foram passadas por fontes da polícia de Salto à agência Associated Press. De acordo com elas, Luis conduzia uma caminhonete por Salto, a 500km da capital Montevidéu, quando, por volta da meia-noite quando se chocou com a motocicleta. A vítima, que não teve o nome revelado, ainda foi levada para o hospital com ferimentos graves, mas morreu horas depois.

Luis Cavani se encontra detido nesta terça, à espera de ser conduzido para depor diante de um juiz nas próximas horas depois de um teste ter indicado que dirigia sob efeito de álcool. Ele deve ser chamado ainda nesta terça para tentar explicar as circunstâncias do acidente e sua eventual responsabilidade.

Enquanto isso, seu filho vive a expectativa à véspera do confronto que abrirá as quartas de final da Copa América. Nesta quarta-feira, o Uruguai enfrenta o Chile às 20h30, na cidade de Santiago. Edinson Cavani tem decepcionado até o momento e passou em branco nas três partidas da primeira fase.

Jornais uruguaios garantem até que o atacante pode deixar a concentração do Uruguai. Cavani não desceu para o café da manhã com o grupo após saber do acidente e permaneceu no quarto fazendo ligações, porém, ainda não conseguiu falar com o pai, detido. Durante reunião realizada também nesta manhã, a Federação Uruguaia, em conjunto com o treinador Óscar Tabárez, permitiram que Cavani viaje para o Uruguai para prestar auxílio caso opte até mesmo antes da partida contra o Chile.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.