LUCAS UEBEL/GRÊMIO
LUCAS UEBEL/GRÊMIO

Pai de Jean Pyerre detona Renato Gaúcho nas redes, se arrepende, mas pode prejudicar filho

Ofensas de Eduardo Corrêa ao treinador gremista após perda da Copa do Brasil podem adiantar a saída do meia do clube gaúcho

Redação, O Estado de S. Paulo

09 de março de 2021 | 10h53

Jean Pyerre pode estar com os dias contados no Grêmio. Não apenas pela queda de rendimento nos últimos jogos, mas por causa de uma atitude intempestiva de seu pai, Eduardo Corrêa, que criticou veementemente o técnico Renato Gaúcho após a perda da Copa do Brasil para o Palmeiras. Arrependido pelo vídeo de desabafo, ele já pediu desculpas ao treinador, porém pode ter prejudicado o filho com tal atitude.

Corrêa ficou bastante indignado com a perda da competição domingo e, no mesmo dia, postou um vídeo nas redes sociais disparando contra Renato Gaúcho. "É, gurizada! Esse filho da .... do Renato acabou com nosso time. O Grêmio foi para Atibaia quinta para passear. Porque em nenhum momento, o Renato treinou o time titular. Só foram passear, brincar. Em nenhum momento o time titular foi treinado, montado", detonou Corrêa. 

Se apenas o time do Grêmio estava na concentração, como Corrêa pode admitir o que ocorreu em Atibaia? Teria sido um papo com o filho? Ou indignação por seu menino ter ficado na reserva e entrado apenas aos 24 minutos do segundo tempo? Renato justificou a mudança no meio por Jean Pyerre ter "caído de produção". O técnico anda insatisfeito com o desempenho do meia e até pediu um novo armador. Uma troca com Vitor Bueno, do São Paulo, está na pauta. Depois de lutar muito para manter o jogador, agora o Grêmio parece disposto a usá-lo como moeda de troca. 

"Gostaria de pedir minhas mais sinceras desculpas ao treinador Renato Portaluppi pelas ofensas proferidas em um vídeo feito por mim que foi vazado (domingo). Esse ato não reflete a opinião de terceiros e, em momento algum, quis prejudicar meu filho e seus companheiros. Foi em um momento de irritação pelo clube que sempre torci incondicionalmente. Reforço, peço desculpas a quem se sentiu ofendido com a minha atitude e entendo a dimensão do meu ato. Uma boa semana a todos!"

Corrêa tentou minimizar seu desabafo e salvar a pele do filhoa. Resta saber se convencerá Renato Gaúcho, que não aceita provocação e desrespeito. Jean Pyerre, recentemente, esteve nos planos do Palmeiras. A diretoria do Grêmio não se manifestou sobre o episódio e coloca em marcha seu planejamento para 2021, após renovar com Renato por mais uma temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.