Pai de Kaká está na Itália para conversar sobre proposta

Bosco Leite se reune com chefões do Milan para avaliar a oferta de 100 milhões de libras do Manchester City

AE, Agência Estado

19 de janeiro de 2009 | 13h16

O pai e empresário de Kaká, Bosco Leite, chegou nesta segunda-feira em Milão para discutir a proposta feita pelo Manchester City para adquirir o meia brasileiro. De acordo com a imprensa italiana, Leite seguiu para a residência de Kaká, onde terá uma reunião privada com o filho. Veja também:Berlusconi diz que será difícil impedir saída de Kaká para o City Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão O Manchester City ofereceu 100 milhões de libras (aproximadamente R$ 337 milhões) para que o melhor jogador do mundo em 2007 dispute o Campeonato Inglês. Presidente do Milan, Silvio Berlusconi, retornou para a Itália na noite de domingo, e se reuniu com o vice Adriano Galliani para discutir o futuro de Kaká. Diego Kotscho, assessor de Imprensa do jogador, afirmou que o pai de Kaká pretende se reunir com os dirigentes do Milan ainda nesta segunda-feira. Enquanto isso não ocorrer, o empresário não vai conversar com o Manchester City. Kaká e seu pai querem confirmar a decisão do Milan de aceitar a proposta do clube inglês para depois iniciar a negociação. Especula-se que o meia vai exigir um aumento salarial para permanecer no clube. O Milan paga 9 milhões de euros (aproximadamente R$ 27,7 milhões) anuais e parece não estar disposto a alterar o contrato de Kaká, que se encerra em 2013. O clube crê que um aumento para o meia pode fazer com que outros jogadores realizem a mesma pedida.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMilanManchester CityKaká

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.