Rubens Chiri/São Paulo FC
Rubens Chiri/São Paulo FC

Pai de Militão diz que clássico marcará despedida do jogador do São Paulo

Jogador deve viajar para a Europa na segunda e acertar contrato com o Porto, de Portugal, diz imprensa do país

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2018 | 11h45

O pai do lateral-direito Militão, do São Paulo, Valdo Militão, disse que seu filho se despedirá do São Paulo neste sábado, no clássico com o Corinthians, informou nesta sexta o jornal português "A Bola". De acordo com Valdo, na segunda, o jogador deve viajar à Europa para acertar sua transferência para o Porto, de Portugal.

Morumbi terá público recorde na temporada em clássico neste sábado

"O Éder (Militão) ainda vai jogar pelo São Paulo na próxima rodada do campeonato contra o Corinthians, mas em princípio ficará livre para viajar a partir de segunda-feira", afirmou o pai do atleta. A publicação diz que o clube português pretende já tê-lo em campo no próximo dia 28, contra o Newcastle.

O contrato de Militão com o São Paulo vai até o fim de janeiro de 2019, mas as negociações para uma renovação não avançaram. Se não sair nesta janela de transferência, o clube paulista deve perde o jogador de graça no início do ano que vem. O valor da suposta atual negociação com o Porto é mantido em sigilo. O São Paulo não confirma a eventual transferência.

Formado na base tricolor, Militão ganhou moral no time no ano passado. Versátil, atua como zagueiro, volante e, desde 2017, ganhou confiança na lateral-direita do time. Foi uma das principais peças do grupo comandado por Dorival Junior que livrou o São Paulo do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Tem quatro gols marcados em 53 jogos pela equipe.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.