Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Miguel Schincariol/AFP
Miguel Schincariol/AFP

Pai de Neymar afirma que filho tem a palavra final sobre em qual time vai jogar

Neymar pai também conta história de quando Andrés Sánchez tentou contratar Neymar Jr. para o Corinthians em 2011

Redação, Estadão Conteúdo

15 de abril de 2020 | 22h23

Neymar 'pai', progenitor do atleta do PSG, participou de uma live no instagram do jornalista Beto Saad e comentou sobre alguns pontos da carreira do filho. Segundo ele, é o próprio jogador quem tem a palavra final sobre em qual time irá atuar. Além disso, também contou a história de quando o Corinthians tentou contratar Neymar Jr., antes da ida ao Barcelona.

Neymar pai revelou que a ida do atleta ao Barça foi a realização de um sonho de infância, e que ele ficou no Santos o máximo que pode. "Era um sonho de criança dele. É sempre ele que escolhe o caminho que quer seguir. A gente só trabalha administrativamente, para fazer o melhor contrato para colocar ele na melhor casa e com a melhor gestão de carreira", afirmou. Segundo ele, Neymar Jr. está feliz no PSG e não pensa em deixar o clube francês no momento.

Além disso, o pai de Neymar confirmou a história de Andrés Sánchez, que afirmou em entrevista à Fox Sports em julho de 2019 que fez uma proposta de R$ 120 milhões pelo jogador em 2011. "É verdade. Eu falei (ao Andrés): 'Você não tem dinheiro' e ele me deu um papel: 'Assina aí'. Ele é louco (risos). Ele queria que o Neymar ficasse um tempo no Corinthians e depois ir para o Barcelona", contou.

Mas o próprio progenitor do então atleta santista aconselhou o filho a não concluir a negociação. "E o negócio ia dar certo porque ele estava mexendo os pauzinhos com o Barcelona. Eu disse para o Neymar ir embora primeiro, fazer carreira lá fora e depois a gente conversava", revelou Neymar pai.

Neymar Jr. ainda apareceu durante a live já no final, durante alguns poucos segundos. O jogador afirmou que estava cansado pois acabara de treinar e mandou um abraço às pessoas que estavam assistindo. A temporada do futebol na França segue sem previsão de retorno - enquanto isso, Neymar faz trabalhos específicos em uma mansão no Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.