Pai de nigeriano do Chelsea é libertado de cativeiro

A polícia federal da Nigéria anunciou nesta segunda-feira que conseguiu libertar em segurança o pai de John Obi Mikel, jogador do Chelsea, e que havia sido sequestrado no último dia 12 de agosto. Michel Obi foi resgatado em seu cativeiro na noite de domingo e seus sequestradores foram presos.

AE-AP, Agência Estado

22 de agosto de 2011 | 16h12

O pai de Mikel foi sequestrado em sua cidade natal no estado de Plateau, localizado na tumultuada região central do país africano. Os investigadores da polícia federal nigeriana seguiram o rastro dos bandidos e localizaram Michel num cativeiro em Kano, no norte do país.

A assessoria de comunicação de Mikel confirmou que o pai do jogador está bem. "Hoje (segunda), mais cedo, Michael Obi ligou para sua família para avisá-la de que havia sido libertado", comunicou, por meio de nota. "John Obi Mikel gostaria de agradecer a todos na Nigéria, sua família e amigos, o Chelsea e sues torcedores pelo total apoio recebido durante estes dias", completa o texto.

Obi Mikel, de 24 anos, é um dos jogadores africanos mais bem pagos da Europa, de acordo com a revista Forbes, com salário estimado em US$ 5,8 milhões por ano.

Conhecida pela grande produção de petróleo, a Nigéria sofre com a divisão entre muçulmanos ao norte do país e cristãos, na região sul. A zona central, onde se localiza o estado de Plateau, tem enfrentado milhares de mortes nos últimos anos por conta de conflitos religiosos e étnicos, acirrados por questões políticas e econômicas. A família de Mikel, da tribo Igbo, integra a minoria da região.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolChelseaObi Mikel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.