DIvulgação
DIvulgação

Pais de atletas da base do Barcelona levarão Fifa à Justiça

Eles reclamam da proibição de clubes de contrar menores de idade

O Estado de S. Paulo

22 de setembro de 2015 | 10h30

Algumas das famílias afetadas pela legislação da Fifa que impede que os clubes contratem jogadores menores de idade levarão o organismo internacional aos tribunais, depois que seus filhos tenham sido obrigados a deixar as categorias de base do Barcelona.

Segundo informação divulgada nesta semana pela emissora Radio Barcelona, a denúncia tem a ver com a legislação pela qual o clube catalão foi punido sem poder inscrever novos atletas até janeiro e que levou o Barça a prescindir de jogadores estrangeiros em seu centro de formação, onde Messi cresceu. A rádio destacou que Dani Lederman, pai de um dos atletas afetados, iniciou ações legais nos Estados Unidos para levar a Fifa aos tribunais ordinários porque considera que essa norma é injusta e atenta contra os direitos humanos.

Além disso, a emissora afirmou que a denúncia tem o apoio de outras famílias prejudicadas pela mesma situação, inclusive em outros clubes, e que todas elas receberão assistência de advogados americanos.

Dani Lederman é pai do jovem Ben, que, dispensado de La Masía, cidade de formaçção do Barcelona, está agora jogando na Flórida. Ele foi uma das últimas pratas da casa que saiu do centro de formação do clube catalão antes que, há poucos dias, a Fifa voltasse a dar ao time espanhol uma lista de 11 atletas que deveriam ser dispensados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.