País de Gales vai recorrer de punição da Fifa por homenagem a mortos na guerra

Entidade proíbe a 'promoção de símbolos políticos'

Estadão Conteúdo

10 Fevereiro 2017 | 16h26

A Associação de Futebol do País de Gales anunciou nesta sexta-feira que vai recorrer da decisão da Fifa de multá-la pelo uso da flor de papoula em seu uniforme no jogo contra a Sérvia pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. O símbolo é uma tradicional homenagem dos britânicos aos soldados mortos na Primeira Guerra Mundial.

"A Associação de Futebol pode confirmar que recebeu do Comitê Disciplinar da Fifa as razões relacionadas às sanções impostas durante nossa partida contra a Sérvia nas Eliminatórias contra a Sérvia, no dia 12 de novembro. Por isso, a entidade informou a Fifa nossa intenção de apelar contra esta decisão", anunciou em nota.

Com isso, os galeses seguem o exemplo da Escócia, que na última quinta anunciou a mesma decisão. Ao punir os países que usaram a flor de papoula no fim do ano passado, a Fifa explicou que não questiona "comemorações específicas, já que respeitamos totalmente seu significado", mas reiterou que as seleções desrespeitaram a regra que proíbe a "promoção de símbolos políticos".

Em dezembro, a Fifa definiu a punição à associação galesa e a multou em 20 mil francos suíços (cerca de R$ 66 mil). Além de galeses e escoceses, foram sancionados pelo mesmo motivo ingleses e norte-irlandeses.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Internacional futebol Fifa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.