Palermo admite chance de perder Pastore para o Barça

O presidente do Palermo, Maurizio Zamparini, já admite a possibilidade de perder o volante argentino Javier Pastore para o Barcelona no futuro. Em entrevista ao jornal italiano Corriere dello Sport, o dirigente disse que conta com o atleta para as próximas temporadas, mas não descartou negociá-lo se "oferecerem muito dinheiro".

AE, Agência Estado

25 de maio de 2011 | 13h58

Zamparini disse que consegue imaginar Pastore "com a camisa do Barcelona". "Parece que Messi o quer no time. Os dois formariam uma dupla fantástica", declarou o presidente, que estipulou o valor do atleta em 50 milhões de euros.

Mesmo assim, o dirigente deixou claro que não cogita vencer o volante na próxima temporada. "Para mim, ele não está no mercado, inclusive porque ainda temos três anos de contrato e estou disposto a renová-lo. Mas se me oferecerem muito dinheiro...", ponderou.

O presidente disse ainda que não é nenhum mistério a preferência do atletas por grandes clubes, como "Milan, Inter de Milão, Juventus, Manchester City, Chelsea, Real Madrid e Barcelona".

Considerado a principal revelação argentina depois de Messi, Pastore chegou ao Palermo em 2009, vindo do Huracán. Em sua primeira temporada na Itália, o volante marcou três gols. Na última, foram 11. Por seu crescimento na equipe, ele se tornou uma das esperanças do time para a final da Copa da Itália, no próximo domingo, contra a favorita Inter de Milão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalermoPastoreBarcelona

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.