Palermo comemora primeiro gol em Copa do Mundo

O atacante Palermo comemorou bastante o seu primeiro gol em uma Copa do Mundo, na vitória da Argentina por 2 a 0 diante da Grécia. O jogador de 36 anos é o mais velho do grupo de 23 atletas chamados por Maradona para disputarem o Mundial da África do Sul. O centroavante do Boca Juniors agradeceu bastante ao treinador pela oportunidade de entrar em campo.

AE-AP, Agência Estado

22 de junho de 2010 | 18h29

"Estou agradecido eternamente a Diego (Maradona), a seu corpo técnico e ao grupo que me mantém com garra, sabendo que há tantas pessoas na minha frente. Este é um gol que não tem preço", confidenciou o jogador, que tem como companheiros de posição Lionel Messi, Gonzalo Higuaín, Sergio Agüero e Diego Milito.

A convocação de Palermo surpreendeu a mídia argentina. Com a entrada dele no grupo, ficaram de fora atletas como Ezequiel Lavezzi e Lisandro López, ambos com boas atuações no futebol europeu. Com a vitória sobre a Grécia, a Argentina terminou a primeira fase como a líder do Grupo B, com 100% de aproveitamento. Nas oitavas de final, enfrentará o México, no próximo domingo, no Soccer City, em Johannesburgo.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolArgentinaPalermo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.