Paolo Zeggio/EFE
Paolo Zeggio/EFE

Palermo pede 40 milhões de euros para liberar atacante Dybala

Atacante argentino de 21 anos desperta interesse do Arsenal e do Borussia Dortmund, mas tem contrato com os italianos até 2016

Estadão Conteúdo

14 de janeiro de 2015 | 11h39

Principal nome do Palermo e um dos destaques do Campeonato Italiano desta temporada, o atacante Paulo Dybala já começa a chamar a atenção dos principais gigantes da Europa. Mas quem quiser contar com o talento do argentino de 21 anos terá que abrir o bolso. O presidente do clube, Maurizio Zamparini, já avisou que não venderá seu principal atleta por menos de 40 milhões de euros (cerca de R$ 124 milhões).

"Dybala é um jogador de nível mundial, que está sendo comparado ao Javier Pastore. Por isso, seu preço está compatível com sua capacidade. Estamos falando de 40 milhões de euros para cima", declarou o dirigente em entrevista à Sky Itália. "Até agora, as ofertas por ele só vieram de forma indireta, porque todos sabem o quão difícil eu posso ser para negociar."

Dybala é o terceiro maior artilheiro do Campeonato Italiano, com nove gols, e despertou o interesse de Borussia Dortmund e Arsenal, de acordo com a imprensa europeia. O jogador, revelado pelo Instituto, da Argentina, está no Palermo desde 2012 e tem contrato até 2016.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.