Palestina culpa Israel por ausência em Eliminatórias

Seis jogadores da equipe palestina residentes em Gaza não receberam permissão para deixar a região

Efe,

29 de outubro de 2007 | 14h43

A seleção palestina de futebol culpou nesta segunda-feira Israel por sua ausência na partida do último domingo, contra Cingapura, pelas Eliminatórias para o Mundial 2010. Fontes da União de Jogadores Palestinos revelaram que seis jogadores da equipe palestina residentes em Gaza não receberam permissão para deixar a região. Outras versões divulgadas pela imprensa local elevam para 18 o número de pessoas afetadas pela medida, incluindo diretores e membros da comissão técnica da seleção. Um porta-voz da Fifa se limitou a confirmar que o organismo "estuda" um possível adiamento da partida com Cingapura, classificatória para o Mundial da África do Sul, em 2010. Na partida de ida, realizada em Doha, Cingapura goleou os palestinos por 4 a 0. A seleção da Palestina - nome oficial com que a Fifa a reconhece desde 1998, apesar de não existir como Estado - conta com jogadores residentes em Gaza e na Cisjordânia, e também com refugiados e seus descendentes, de países como Jordânia, Líbano, Egito e Chile.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.