Palestina jogará fora de casa em Eliminatórias por 'circustâncias especiais'

A Federação Palestina de Futebol emitiu um comunicado neste domingo para explicar porque não atuará em casa no duelo contra a Arábia Saudita na próxima quinta-feira, pelas Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2018, que será realizada na Rússia.

Estadão Conteúdo

07 de junho de 2015 | 17h01

A entidade justifica que a mudança no local tem relação com a retirada do pedido de suspender Israel do futebol mundial no mês passado. De acordo com os palestinos, os vizinhos estariam atrapalhando a movimentação de equipes, visitas de clubes estrangeiros e a importação de equipamentos esportivos.

Israel justificou que está preocupado com a segurança, especialmente em relação ao movimento dentro e fora do espaço controlado pelo Hamas, em Gaza. No mês passado, o Congresso Técnico da Fifa aprovou a criação de um mecanismo para verificar se Israel coloca obstáculos ao futebol palestino. Ainda analisa a participação no futebol do país, de equipes de colônias judaicas nos territórios palestinos ocupados. Por isso, por questões de segurança, a Palestina optou por mandar seus jogos em outra região.

A Palestina está no Grupo A da segunda fase das Eliminatórias Asiáticas. Na mesma chave estão também Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Timor Leste e Malásia. A primeira rodada começa nesta semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.