Palestina tenta sediar Congresso da Fifa de 2017

A Associação de Futebol da Palestina está competindo para sediar o Congresso da Fifa em 2017. Nesta segunda-feira, a Fifa revelou que a Palestina está entre os dez membros interessados em sediar o evento de 2017. Além disso, há 14 candidatos a receber o Congresso da Fifa de 2016.

AE-AP, Agência Estado

22 de julho de 2013 | 12h21

Durante uma visita ao território palestino neste mês, seguido por uma passagem por Israel, Joseph Blatter, presidente da Fifa, sugeriu a candidatura, que agora foi feita, com a apresentação de uma declaração de interesse.

Agora, de acordo com a Fifa, os filiados devem apresentar propostas formais, e seu comitê executivo está programado para escolher os vencedores em uma reunião nos dias 4 e 5 de dezembro no Brasil.

Para o Congresso da Fifa de 2016, Costa Rica, Canadá, Grécia, Jamaica, Jordânia, Coreia do Sul, Malásia, México, Panamá, África do Sul, Tailândia, Turquia, Emirados Árabes Unidos e Usbequistão apresentaram interesse.

Já Costa Rica, Canadá, República Tcheca, Finlândia, Malásia, Palestina, África do Sul, Tailândia, Turquia e Emirados Árabes Unidos manifestaram desejo de sediar o evento de 2017.

Em 2014, ano da Copa do Mundo, o Congresso da Fifa será realizado em São Paulo, pouco antes da abertura da competição. Em 2015, ano da eleição presidencial da Fifa, o evento, como nos anos dos pleitos anteriores, está marcado para Zurique, na Suíça.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFifaCongresso da FifaPalestina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.