Palestra contra cartões no Corinthians

Os jogadores do Corinthians tiveram uma palestra com Antônio Perassi, ex-árbitro e que faz parte da comissão de arbitragem da Federação Paulista de Futebol, nesta quarta-feira à noite, no hotel em que a equipe está hospedada desde segunda-feira, fazendo uma intertemporada.A idéia da palestra foi uma solução encontrada em conjunto entre a comissão técnica e a diretoria do clube, que estavam preocupados com o crescente número de "cartões bobos" que os jogadores vinham recebendo nos últimos jogos.Contra o Atlético Mineiro, por exemplo, o lateral-direito Coelho foi expulso com menos de 30 minutos de jogo por causa de uma entrada violenta no lateral-esquerdo Rubens Cardoso, da equipe mineira. Coelho tentou argumentar com o árbitro da partida, o paranaense Evandro Roman, que não poderia ser expulso porque "ainda não tinha amarelo". Ele não sabia que poderia receber o cartão vermelho sem ter sido advertido antes. O argentino Tevez também foi expulso nesse jogo, por causa de uma falta por trás no meia Rodrigo Fabri. Ele já tinha recebido o amarelo.Os jogadores corintianos aprovaram a iniciativa de se fazer uma palestra sobre arbitragem. "É importante esse tipo de palestra para a gente tirar com o árbitro todas as dúvidas que nós temos em relação à arbitragem", comentou o lateral-direito Edson, que, por ser um dos mais disciplinados do elenco, é também o que mais atuou na temporada: 27.Depois da palestra, os jogadores assistiram ao jogo entre Brasil e Argentina. Com o amigo Carlitos Tevez no banco de reservas, o zagueiro Betão torcia para que ele "fizesse um gol, mas que o Brasil saísse com a vitória".O também zagueiro Anderson, que ficou no banco da Seleção Brasileira, é esperado nesta quinta-feira em Águas de Lindóia. O técnico Márcio Bittencourt conta com ele para o jogo de domingo, contra o Flamengo, em Mogi-Mirim (SP).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.