Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Palmeiras abre 'era Mano' contra o Goiás para acalmar crise no ambiente

Treinador estreia no cargo com a missão de encerrar série de sete rodadas sem vitória no Campeonato Brasileiro

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

07 de setembro de 2019 | 04h30


O técnico Mano Menezes estreia no comando do Palmeiras neste sábado, às 21h, contra o Goiás, pelo Campeonato Brasileiro, com o objetivo de conquistar tanto a vitória no Serra Dourada como a credibilidade com a torcida. Em uma semana marcada por derrota para o Flamengo, protestos da organizada, crise na diretoria e demissão de treinador, somente o resultado dentro de campo será capaz de dar início à solução de tantos problemas.

A complicada missão de resolver tamanho abalo no clube cabe a um treinador recém-chegado e com pouco tempo para trabalhar. Mano só teve dois dias de treino com o elenco e ainda não terá todo o grupo à disposição. Com o goleiro Weverton e o zagueiro Gómez em compromissos pelas seleções e mais o volante Felipe Melo suspenso, a escolher a formação ficou ainda mais difícil.

As dificuldades não amenizam a pressão sobre Mano. O treinador encara na chegada grande rejeição no clube, pela identificação com o Corinthians e por substituir um técnico vitorioso no Palmeiras, Luiz Felipe Scolari. O anúncio novo treinador motivou a torcida a realizar uma campanha contrária nas redes sociais. Nos bastidores, o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Seraphim Del Grande, criticou a contratação em uma gravação de aúdio e disse que a escolha prejudicava o trabalho da diretoria.

Mano procurou não se envolver em tamanha crise, mas enquanto treinava o time na Academia de Futebol, escutou a organizada Mancha Alviverde protestar do lado de fora. O técnico até mesmo tentou demonstrar identificação com o clube nos últimos dias, ao agradecer a contratação no Twitter e gravar um vídeo com um recado à torcida. Mas somente os bons resultados poderão consolidar a paz.

A equipe confia no trabalho do treinador e na oportunidade de ter uma sequência de partidas teoricamente mais fáceis. O confronto com o Goiás abre uma série de cinco partidas contra times da metade de baixo da tabela de classificação, chance para o Palmeiras encerrar a sequência de sete rodadas sem vencer. O time não ganha pelo Brasileiro há quase três meses.

O estreante no comando não deve promover mudanças bruscas na formação neste primeiro momento. A tendência é o Palmeiras entrar em campo com uma escalação parecida à usada nos últimos compromissos. Fernando Prass e Luan são os favoritos a ganharem as vagas dos dois titulares convocados para as seleções. Após ser escalado sem meias de origem no último domingo, a equipe alviverde deve ter Gustavo Scarpa como titular contra o Goiás.

Pelo menos no retrospecto recente as estreias de novos treinadores foram positivas para o Palmeiras. No ano passado, Felipão fez a primeira partida no cargo fora de casa, ao empatar sem gols com o América-MG. Já antes dele, Roger Machado, Cuca e Eduardo Baptista foram os outros comandantes alviverdes a terem iniciado os trabalhos com vitórias.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS X PALMEIRAS

GOIÁS: Tadeu; Kevin, Rafael Vaz, Fábio Sanches e Jefferson; Marcelo Hermes, Geovane, Yago Felipe e Marlone; Michael e Kayke. Técnico: Ney Franco.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Thiago Santos, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa; Dudu, Willian e Luiz Adriano. Técnico: Mano Menezes.

Árbitro: Wagner Reway (PB)

Horário: 21h

Na TV: Pay-per-view

Local: Serra Dourada, em Goiânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.