JF Diorio/AE - 9/11/2009
JF Diorio/AE - 9/11/2009

Palmeiras adota cautela 'cirúrgica' para contratações

Presidente Luiz Gonzaga Belluzzo diz que apenas irá suprir carências no elenco e que não fará loucuras

André Rigue - estadao.com.br,

06 de janeiro de 2010 | 09h34

Fora da disputa da Copa Libertadores, o Palmeiras não fará nenhuma contratação bombástica para o primeiro semestre de 2010. De acordo com o presidente Luiz Gonzaga Belluzzo, a principal meta estará em manter os atuais jogadores. Contrações serão feitas de maneira "cirúrgica", apenas para suprir carências.

Veja também:

linkReforços não temem pressão e querem títulos

linkBoa oferta pode tirar Vágner Love do Palmeiras

O volante Márcio Araújo (ex-Atlético-MG), com quatro anos de contrato, e o zagueiro Léo (ex-Grêmio), com cinco anos, foram apresentados oficialmente no retorno do grupo aos treinamentos. O Palmeiras adquiriu 100% dos direitos econômicos dos dois jogadores. Essa, aliás, é a nova meta da diretoria.

 

De acordo com Belluzzo, o Palmeiras tomará a iniciativa de ter mais jogadores sob seu controle para diminuir a necessidade de atletas de empresários - boa parte do elenco pertence à parceira Traffic. "Adotamos a política de aumentar nossa participação. Trata-se da recuperação de nosso estoque ativo."

 

Quem também deve assinar com o Palmeiras é o volante Edinho, que pertence à Lecce - o alviverde irá adquirir 50% dos direitos do jogador. "Ainda faltam alguns detalhes, mas a negociação está bem encaminhada. É um atleta que além de volante pode atuar como zagueiro. Será uma boa contratação."

 

O Palmeiras corre atrás de outros jogadores, mas sem fazer loucuras, segundo Belluzzo. "Um meia, um atacante e um zagueiro. Essas são as nossas prioridades. Mas até que esses nomes cheguem, se chegarem, vamos promover a base. Esperamos que muitos garotos vinguem na temporada. Faz parte da nossa estratégia."

 

O meia Douglas (ex-Corinthians) foi oferecido, mas o acerto é pouco provável. O atacante Rafael Sóbis interessa, porém não deve ser contratado. O colombiano Macnelly Torres foi totalmente descartado pela diretoria. Já o zagueiro Alex Silva não interessa e não recebeu nenhuma proposta do Palmeiras, segundo Belluzzo.

 

Do atual elenco, quem pode sair é Vágner Love. O jogador está descontente e a diretoria aguarda por uma boa proposta para negociá-lo. "Se chegar, vamos conversar. Agora, se não tiver oferta, ele fica e joga", afirma Belluzzo, que também teme perder outros jogadores, como Diego Souza. "Enquanto a janela estiver aberta não podemos garantir nada."

 

O Palmeiras treina em São Paulo até esta quinta-feira, quando embarca para Atibaia para a pré-temporada. A estreia no Campeonato Paulista será no dia 16, sábado, diante do Mogi Mirim, no Palestra Itália.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.